Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

cremepimenta

Qui | 11.05.17

O marketing para crianças que vira obsessão de adultos

CremePimenta
Já por cá partilhei o meu fascínio pelo marketing. E se há acções que considero serem um tiro ao lado, outras há que acertam em cheio. E aqui introduzo a temática do marketing direccionado às crianças, mas que na verdade, quer atrair os adultos. Nos últimos tempos, os supermercados têm lançado campanhas que apelam às crianças que, inevitavelmente, arrastam os pais. Ele é peluches, miniaturas de produtos do dia-a-dia, cartas, etc e tal. A lista é grande. E se reconheço que (...)
Qua | 03.05.17

Um dia...

CremePimenta
...vais buscar a miúda à avó e percebes que andou de pijama todo o dia. Incluindo na ida ao café. Ontem foi o dia. Agora devo fazer o mea-culpa: ninguém te manda, Mãe Joana, aproveitares para pijama as leggings velhotas herdadas da mais velha em terceira mão para combinar com a camisola de pijama, também ela herdada e já desemparceirada das respectivas calças.
Dom | 30.04.17

Tradições

CremePimenta
Eu gosto de tradições e gosto de as manter vivas. E nesta noite de 30 de Abril para 1 de Maio, há que pôr as giestas (ou maias) nas janelas e porta de casa! Por cá, até os carros dormem adornados com estas florzinhas amarelas. Simples e bonito.  
Sex | 28.04.17

O que aprendemos através dos nossos filhos

CremePimenta
Lembra-me o Facebook que, há precisamente 6 anos (!), partilhei o seguinte: Aprendi esta manhã no ZigZag* (programa infantil da RTP2 pra quem não piquinitos), que gastamos menos energia a sorrir do que a franzir as sobrancelhas! Aprendam também... Informação altamente relevante, que achei importante partilhar.   *à altura não havia canal Panda e afins lá por casa :)
Qui | 20.04.17

Do tempo para nós

CremePimenta
Nós mulheres e mães, perdemo-nos muitas vezes de nós mesmas. Com a vida, o trabalho, os filhos, a casa. Eu não sou diferente. Aqui me confesso de que, depois de nascer a minha primeira filha, demorei algum tempo até me lembrar que tinha de cuidar de mim e isso reflectiu-se, por exemplo, no tempo que decorreu sem voltar à minha esteticista do coração (também não cheguei ao ponto de poder pentear os pêlos que costumo arrancar, vá). Mas foi uma lição. Na segunda volta, estava (...)