Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

cremepimenta

cremepimenta

Seg | 03.02.14

A multiplicação da amizade {e do amor}

Por muitas razões, eu sou daquelas pessoas que acredita que a família é constituída por aqueles que escolhemos para que façam parte das nossas vidas e por isso tem lugar para ligações de sangue, mas também (e, em certos casos, muito mais) para ligações afectivas e laços de ternura e amizade que a vida e o tempo nos trazem.
Serve esta introdução para vos dizer que a família - a nossa família - cresceu. A pequena B. chegou e com ela multiplicam-se motivos de partilha, de festejo e de união.
É giro ver como o grupo de 6 amigos - que há anos partilha a vida - se tem multiplicado e hoje somos 9 (NOVE). Enchemos, literalmente, uma sala, uma casa. Os 9, que este domingo encheram o quarto de hospital de amizade e sentimo-nos em família nas boas-vindas à bebé B.
Como será, a partir de agora, nos jantares de fim-de-semana, numa das três casas, em que as crianças brincam (e brigam porque também faz parte do crescimento), descalças (sempre) e como orgulhosos nos anunciam: "estamos a partilhar os brinquedos". Como será nas idas ao restaurante, onde já vamos ocupar um espaço ainda maior.A B. chegou este fim-de-semana, mas já há muito fazia parte das nossas vidas e das conversas dos seus pequenos amigos C. e J. que já fazem planos de a pegar no colo e brincar, mas só com os "brinquedos para pequeninos".
E assim, através dos nossos filhos, a nossa amizade vai-se multiplicando. E eu gosto que seja assim.

Imagem retirada da Internet



2 comentários

Comentar post