Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

cremepimenta

Qui | 11.05.17

O marketing para crianças que vira obsessão de adultos

Já por cá partilhei o meu fascínio pelo marketing. E se há acções que considero serem um tiro ao lado, outras há que acertam em cheio. E aqui introduzo a temática do marketing direccionado às crianças, mas que na verdade, quer atrair os adultos.

Nos últimos tempos, os supermercados têm lançado campanhas que apelam às crianças que, inevitavelmente, arrastam os pais. Ele é peluches, miniaturas de produtos do dia-a-dia, cartas, etc e tal. A lista é grande. E se reconheço que estas acções mais não são do que chamariz para mais compras, logo um apelo ao consumismo, tenho de confessar que algumas entusiasmam-me mais a mim que às [minhas] miúdas.

Pronto. Confesso. A minha veia de coleccionadora-compulsiva delira com esta incessante busca por cartas e a tentativa de completar as cadernetas.

colecções.png

E esta estratégia parece um polvo que, com os seus tentáculos chega a todo o lado. Felizmente vou conseguindo o contributo de muitos amigos e familiares [obrigado!] que não tendo miúdos pequenos me fazem chegar mais cartas, mas também gosto de partilhar e sou a primeira a disponibilizar as repetidas (já ajudei muita gente a completar a colecção).

Não aumento as minhas compras ou mudo os hábitos de consumo por causa destas colecções e reconheço que estas estratégias podem ser perniciosas. Mas bolas, é divertido.

 

PS: A colecção do Lild há muito que está completa, no Pingo Doce ando em busca do 82. Alguém?!

;)

 

6 comentários

Comentar post