Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

cremepimenta

cremepimenta

Qui | 19.03.15

Para ti Pai

Quando há uns anos tivemos a ideia maluca "vamos ter um bebé", estávamos longe de imaginar na aventura que nos íamos meter. E a nossa vida nunca mais foi a mesma.
Com a gravidez nascemos como projectos de uma mãe e um pai, que renasceram no dia em que a nossa princesa grande se fez luz.
Os 3, juntos, temos vindo a aprender o que é isto de construir uma família. Nem sempre é fácil, nem tudo são rosas, mas são os pequenos obstáculos do dia-a-dia que nos fazem crescer e nos dão a certeza que a vida só faz sentido uns com os outros.
E este ano todo este caminho ganha uma nova dimensão, com a princesa mais pequena a caminho. Será uma nova etapa, agora a 4, em que vamos (re)aprender a ser e estar enquanto família, nós enquanto pai e mãe a dobrar e a nossa filha enquanto irmã. 
Neste Dia do Pai, deixo uma palavra ao homem que escolhi para pai das minhas filhas, aquele que está lá pronto para as pequenas brincadeiras e grandes aventuras, para celebrar as vitórias, para limpar a lágrima e dar colo quando é preciso, para ralhar e educar sempre que isso se impõe, para dar o beijinho de boa noite ou só para estar. Porque sim. E porque somos família.
 

E por ser Dia do Pai e porque sem eles nós também não éramos família, não podia deixar de mandar um beijinho especial também para os nossos pais, agora avôs, que são pais a dobrar.