Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

cremepimenta

Sex | 19.02.16

Registar momentos: na memória ou na máquina?

Vivemos numa época em que parece que tudo tem de ficar registado. O avanço tecnológico que colocou nos nossos bolsos máquinas fotográficas e de filmar acessíveis a todos, parece que ditou que toda a nossa vivência deva ser registada em foto/vídeo, sendo que as redes sociais vieram exacerbar esta tendência, com a moda de publicar/partilhar cada momento dos nossos dias.
Quando a Carlota entrou para a pré e teve a sua primeira actuação num Sarau, dei por mim muito preocupada em registar o momento. E embora seja bom voltar àquela gravação, fiquei na altura com a sensação que não tinha aproveitado o momento.
Senti o mesmo nas primeiras actuações que ela fez no âmbito do Hip Hop, acabando por fazer uma opção. Agora, sempre que ela tem uma actuação/apresentação, seja o que for, registo o momento onde realmente importa. Na minha memória e no meu coração. As recordações físicas, vulgo fotografias, tiro-as momentos antes ou logo depois das actuações.
E foi das melhores decisões que tomei até hoje.

1 comentário

Comentar post