Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

cremepimenta

Seg | 19.06.17

Do verde que se fez negro

CremePimenta
Já tudo se escreveu e muito se relatou sobre a tragédia de Pedrógão Grande que deixou o país de luto. Agora é tempo de honrar os mortos, sarar os feridos e tirar lições. Sim, porque se nos dias seguintes era preciso tratar da situação de emergência, acho que agora devemos olhar para este trágico acontecimento e aprender com ele. Para que nunca mais nenhuma família se veja na escolha impossível entre defender o que é seu e fugir para tentar salvar a vida, encontrando não (...)
Qua | 24.05.17

As manhãs são o aquecimento das mães, certo?

CremePimenta
As manhãs! Esse belo tempo em que acordamos, tomamos um banho e de seguida o pequeno-almoço enquanto vamos vendo ou lendo as notícias do mundo...ah espera...afinal não. As manhãs! Aquele momento em que nos zangamos com o despertador/telemóvel/rádio (riscar o que não interessa) ou whatever you use para acordar e, depois de alguns segundos de confusão mental, primeiro sobre que dia da semana é e em qual das camas da casa estamos a acordar, saltamos da cama porque nos lembramos da (...)
Qui | 20.04.17

Do tempo para nós

CremePimenta
Nós mulheres e mães, perdemo-nos muitas vezes de nós mesmas. Com a vida, o trabalho, os filhos, a casa. Eu não sou diferente. Aqui me confesso de que, depois de nascer a minha primeira filha, demorei algum tempo até me lembrar que tinha de cuidar de mim e isso reflectiu-se, por exemplo, no tempo que decorreu sem voltar à minha esteticista do coração (também não cheguei ao ponto de poder pentear os pêlos que costumo arrancar, vá). Mas foi uma lição. Na segunda volta, estava (...)
Seg | 27.03.17

Voltei à infância

CremePimenta
Ontem voltei à minha infância. Voltei a ser uma menina que sonha com castelos e magia, embora prefira sempre o príncipe na sua versão de monstro suave. Sim, onde C. e eu fomos ver a nova versão da Bela e o Monstro. A expectativa era muito - tanto minha como dela - mas o meu entusiasmo deveria ser ainda maior, não fosse A Bela e o Monstro o filme - a par com a Bela Adormecida - aquele que mais vezes vi na sua versão VHS (!) que ainda vive em casa dos meus pais. Li muito sobre o (...)
Sex | 24.03.17

Este mundo assusta-me

CremePimenta
Creio que foi a 11 de Setembro de 2001 que tivemos o primeiro embate com a realidade e percebemos que o mundo que conhecíamos mudou. Além do horror e sofrimento, o terrorismo trouxe até junto da nossa bolha de conforto - que infelizmente não se vive noutras zonas do globo - a incerteza de não sabermos quando alguém que está a nosso lado, seja um vizinho, um conhecido ou simplesmente alguém anónimo que se cruza connosco na rua na azáfama do dia-a-dia, vai desatar a cometer (...)
Qui | 09.03.17

E não tens nada a dizer sobre o Dia da Mulher?*

CremePimenta
Tenho. De facto tenho, mas a minha quarta-feira não mudou por ser Dia da Mulher. A edição do jornal teve de ficar pronta. A miúda mais velha teve escola e actividades que implicam a mãe servir de motorista (apenas e só porque, felizmente, o seu trabalho é mais flexível que o do pai e facilita estas deslocações), com o corre-corre de vai buscar ao ATL, leva à actividade, volta a trabalhar, regressa a ir buscar e finalmente chega a casa, onde nos esperam os banhos, o jantar e a (...)
Qua | 15.02.17

Mulheres de Prata

CremePimenta
Tendo nascido com uma madeixa de cabelo mais clara que, por volta da adolescência, se tornou branca, sempre lidei bem com os cabelos brancos. Praticamente desde que me conheço como pessoa que me lembro de ter esta madeixa de cabelos brancos, por isso nunca sofri com aquele stress de olhar para o espelho e encontrar mais um fio branco. Talvez o facto da madeixa ficar na parte de trás da cabeça tenha ajudado. Talvez. Não sei. O certo é que mesmo pessoas que me conhecem se admiram (...)
Ter | 07.02.17

Desabafos de consumidora

CremePimenta
Gosto bastante quando recebo SMS de lojas/marcas que dizem "Só para si que é cliente especial"! Faz-me sentir especial, sei lá. Assim no dia-a-dia, são poucas as pessoas que nos dizem "és especial". Por isso receber mensagens notificando-me de uns 20% (?!) de desconto para mim, só para mim que sou especial, aquece-me o coração. Mas depois também me faz pensar. Muitos destes SMS vêm de lojas onde fiz uma/duas compras e, por algum motivo, deixei o meu contacto, logo só posso (...)
Qua | 30.11.16

18 meses de amor, ou como o tempo nos atropela*

CremePimenta
A Camila faz hoje 18 meses. Ano e meio de Baby C.Ano e meio de amor a dobrar. De multiplicação. És uma tagarela. Falas muito e expressas-te bem. Dizes montes de coisas e já vais ensaiando frases com sentido. Também falas muito na tua linguagem própria que ninguém consegue decifrar é (...)