Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

cremepimenta

Qua | 08.11.17

Coisas que não percebo - ou - sim, sou picuinhas #5

CremePimenta
Mães que recorrem a grupos no Facebook para pedir ajuda em caso de dúvidas relacionadas com a saúde dos filhos. Oi?!Já me causa urticária os adultos que trocam sintomas ou recomendações de medicamentos como se trocassem as cartas dos Super Animais (já completei a colecção, ainda arranjo repetidos, by the way), mas ficarem à frente de um ecrã à espera que alguém responda se acha que o filho está a ter uma reacção alérgica a um qualquer alimento ou carregar uma foto e (...)
Sab | 04.11.17

Coisas que não percebo - ou - sim, sou picuinhas #4

CremePimenta
Porque é que em todos os filmes americanos as personagens supostamente portuguesas e especialmente brasileiras falam pessimamente português?!   É só porque vimos - pela enésima vez o Velocidade Furiosa 3678 cá por casa - deixo-vos um guilty pleasure pessoal. Enjoy :)    
Sex | 20.10.17

Sobre o Nosso Presidente

CremePimenta
Gosto do Marcelo e gosto da forma como ele exerce o cargo de Presidente. Ele sim, é um Presidente de todos, que está com todos e em todo lado (confesso que às vezes temo que me caia no prato à hora de refeição, mas adiante), mas às vezes acho que também peca por excesso.No fundo acho que veio aproximar os cidadãos do cargo de Presidência, dando um verdadeiro sentimento de estado. É só a minha opinião.Gostei de ver Marcelo a partir para Pedrógão assim que se começou a ter (...)
Qui | 19.10.17

Um país pintado a cinza

CremePimenta
Da torrente de imagens dos incêndios que se desfilam perante os nossos olhos, pela televisão, jornais e redes sociais, houve uma que me marcou. Pela simplicidade e pela forma como passa a mensagem que a tragédia dos incêndios deixou uma marca profunda, escrita a sangue, no nosso país.Uma pegada de sangue, para sempre marcada no asfalto.
Seg | 19.06.17

Do verde que se fez negro

CremePimenta
Já tudo se escreveu e muito se relatou sobre a tragédia de Pedrógão Grande que deixou o país de luto. Agora é tempo de honrar os mortos, sarar os feridos e tirar lições. Sim, porque se nos dias seguintes era preciso tratar da situação de emergência, acho que agora devemos olhar para este trágico acontecimento e aprender com ele.Para que nunca mais nenhuma família se veja na escolha impossível entre defender o que é seu e fugir para tentar salvar a vida, encontrando não um (...)
Qua | 24.05.17

As manhãs são o aquecimento das mães, certo?

CremePimenta
As manhãs! Esse belo tempo em que acordamos, tomamos um banho e de seguida o pequeno-almoço enquanto vamos vendo ou lendo as notícias do mundo...ah espera...afinal não.As manhãs! Aquele momento em que nos zangamos com o despertador/telemóvel/rádio (riscar o que não interessa) ou whatever you use para acordar e, depois de alguns segundos de confusão mental, primeiro sobre que dia da semana é e em qual das camas da casa estamos a acordar, saltamos da cama porque nos lembramos da (...)
Qui | 20.04.17

Do tempo para nós

CremePimenta
Nós mulheres e mães, perdemo-nos muitas vezes de nós mesmas. Com a vida, o trabalho, os filhos, a casa.Eu não sou diferente. Aqui me confesso de que, depois de nascer a minha primeira filha, demorei algum tempo até me lembrar que tinha de cuidar de mim e isso reflectiu-se, por exemplo, no tempo que decorreu sem voltar à minha esteticista do coração (também não cheguei ao ponto de poder pentear os pêlos que costumo arrancar, vá). Mas foi uma lição. Na segunda volta, estava de (...)
Seg | 27.03.17

Voltei à infância

CremePimenta
Ontem voltei à minha infância. Voltei a ser uma menina que sonha com castelos e magia, embora prefira sempre o príncipe na sua versão de monstro suave. Sim, onde C. e eu fomos ver a nova versão da Bela e o Monstro.A expectativa era muito - tanto minha como dela - mas o meu entusiasmo deveria ser ainda maior, não fosse A Bela e o Monstro o filme - a par com a Bela Adormecida - aquele que mais vezes vi na sua versão VHS (!) que ainda vive em casa dos meus pais.Li muito sobre o (...)
Sex | 24.03.17

Este mundo assusta-me

CremePimenta
Creio que foi a 11 de Setembro de 2001 que tivemos o primeiro embate com a realidade e percebemos que o mundo que conhecíamos mudou.Além do horror e sofrimento, o terrorismo trouxe até junto da nossa bolha de conforto - que infelizmente não se vive noutras zonas do globo - a incerteza de não sabermos quando alguém que está a nosso lado, seja um vizinho, um conhecido ou simplesmente alguém anónimo que se cruza connosco na rua na azáfama do dia-a-dia, vai desatar a cometer (...)
Qui | 09.03.17

E não tens nada a dizer sobre o Dia da Mulher?*

CremePimenta
Tenho. De facto tenho, mas a minha quarta-feira não mudou por ser Dia da Mulher.A edição do jornal teve de ficar pronta. A miúda mais velha teve escola e actividades que implicam a mãe servir de motorista (apenas e só porque, felizmente, o seu trabalho é mais flexível que o do pai e facilita estas deslocações), com o corre-corre de vai buscar ao ATL, leva à actividade, volta a trabalhar, regressa a ir buscar e finalmente chega a casa, onde nos esperam os banhos, o jantar e a (...)