Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Creme Pimenta

Qui | 29.03.18

Governo faz contas à Matemática

«Governo quer perceber o que está mal no ensino da Matemática: "É preciso agir o mais depressa possível"», in O Observador, 28/3/2018

Será que é desta que alguém com poder para decidir vai olhar para os programas e tentar tirar conclusões de todos os rankings (com os quais eu discordo) e classificações feitas com base nas médias?

Será que alguém com poder para decidir vai finalmente ouvir os professores que lutam nas salas de aula para tentar que crianças do 3.° ano consigam sequer perceber a matéria que antes era leccionada no 5.° na tentativa - muitas vezes vã e inglória - que pelo menos eles encaixem o mínimo dos mínimos para passarem nas avaliações?

Será que finalmente alguém com poder de decisão vai perceber que crianças com 8/9 anos não estão ainda preparadas para perceber fracções e afins?

Espero bem que quem tem poder para decidir ouça os problemas da fonte. Dos professores que se debatem com estes problemas nas salas de aula e não se limitem a estudos e relatórios feitos à distância a partir de um qualquer gabinete fechado em torno das suas quatro paredes!

«««Também no Facebook e no Instagram»»»
Qui | 29.03.18

Saídas delas #3

Pela manhã, em conversa com a C., ela constatava que eu cozinho bem (foi ela que disse) e sei arranjar (leia-se fazer remendos) na bata da escola...

"Quando eu faço anos e fazes o bolo que eu levo para a escola, os meus amigos dizem sempre que está muito bom e gostam muito"

- - - baba - - -

"Olha, parece que és jornalista, cozinheira e costureira"

- - - mais baba - - - 
- - - muita baba de mãe - - -

 

«««Também no Facebook e no Instagram»»»
Seg | 19.03.18

Estamos a ficar preguiçosos

Hoje já ninguém decora números de telefone. Eles estão todos gravados na memória do telemóvel.

Hoje ninguém (ou quase, vá) imprime fotografias. Elas estão na memória do telemóvel, computador, disco externo ou numa nuvem qualquer.

Hoje não precisamos de sair de casa para encomendar qualquer produtos de uma qualquer parte do mundo. Dona Internet serve de montra e loja e o produto vem direitinho a nossa casa.

Hoje já quase nem precisamos de andar com dinheiro. Podemos fazer pagamentos com um pedaço de plástico chamado cartão ou até com o telemóvel.

Hoje já nem precisamos de teclar textos. Ditamos o que queremos aos dispositivos.

Tudo isto para concluir que a evolução da tecnologia tem vindo a tornar a nossa vida mais fácil e estamos, de facto, a ficar preguiçosos.

Lá em casa temos dois carros. Aquele que eu normalmente conduzo teve de ir à inspecção e eu andei um dia com o do marido.

Acontece que estava a chover e o carro do marido não tem sensores de chuva...

Oh senhores, eu já nem me lembrava que - sem sensores - temos de ligar os limpa pára-brisas e adequar a sua velocidade à intensidade da chuva, pelo que ainda fiquei ali uns segundos a pensar porque raio o carro não me limpava a chuva da frente, até perceber que eu é que estou mal habituada à mordomia do sistema automático.

 

«««Também no Facebook e no Instagram»»»
Sex | 16.03.18

A revolta da Carlota

Ontem, dia de greve dos professores na nossa zona: Dona C. teve aulas (algumas turmas da mesma escola não) e teste.

Hoje, dia de manifestação dos funcionários públicos: Dona C. teve aulas.

Resultado: entrou na escola com elevado sentimento de injustiça!
Oh filha, a vida é mesmo assim e estamos em época de testes e recta final de período. Vai-masé-estudar-pá

«««Também no Facebook e no Instagram»»»

Pág. 1/2