Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Creme Pimenta

Ter | 20.11.18

Porque todas as Crianças têm direito a ter o seu Açores e o seu Mémé

Hoje, 20 de Novembro, Dia Universal dos Direitos da Criança, apresento-vos o Açores e o Mémé.

açoresememé.jpg

O Açores vive connosco há uns 5/6 anos e, como o nome denuncia, veio com o pai de uma (das muitas) viagem ao arquipélago das nove ilhas encantadas. Acompanha todas as noites da C. desde então.

O Mémé chegou-nos da Suiça, via madrinha R. e é o companheiro de Baby C. desde as férias do ano passado, altura em que foi lentamente substituíndo o também helvético Coelhinho (que não se juntou hoje à foto).

No também conhecido Dia do Pijama, em que se comemora um duplo aniversário - proclamação da Declaração dos Direitos da Criança (1959) e adopção da Convenção sobre os Direitos da Criança (1989), pela Assembleia Geral das Nações Unidas - pretende-se alertar e sensibilizar para os direitos das crianças de todo o mundo.

Dos direitos mais básicos de saúde, segurança, protecção e família, àqueles pequenos direitos, como ter um Açores e um Mémé na sua vida, uma cama quentinha a que possam chamar sua.

Uma família que a proteja e ame.

O Açores e o Mémé simbolizam a protecção do lar. O espaço de segurança, paz e amor a que todas as crianças têm direito, mas que tantos lhes vêem negado. Em todo o mundo e, muitas vezes, mesmo aqui ao nosso lado.

«««Também no Facebook e no Instagram»»»